Waldick Soriano Baixar Músicas

Waldick Soriano

Brega

298 views
Compartilhe Agora:

foto de Waldick Soriano

Eurípedes Waldick Soriano (Caetité, 13 de maio de 1933 - Rio de Janeiro, 04 de Setembro de 2008) foi um cantor e compositor brasileiro, ícone da música classificada como brega. Nascido na Bahia, filho de Manuel Sebastião Soriano, comerciante de ametistas no distrito de Brejinho das Ametistas, em sua cidade natal. Fato marcante de sua infância foi o abandono do lar pela mãe, a quem era muito apegado. Em Caetité viveu sua juventude, sempre boêmia, até um incidente num clube local, que o fez buscar o destino fora da cidade. Desde muito novo era um inventerado namorador e aventureiro e, seguindo o caminho de muitos sertanejos, foi tentar a vida em São Paulo Antes de ingressar na carreira artística, trabalhou como lavrador, engraxate e garimpeiro. Apesar das dificuldades, conseguiu se tornar conhecido nos anos 50 com a música "Quem és tu?". Ele se destacava por suas canções sobre dor-de-cotovelo e seu visual revolucionário para a época: sempre usava roupas negras e óculos escuros. Seu maior sucesso foi "Eu não sou cachorro não", que foi regravada em inglês macarrônico por Falcão. Também se tornaram conhecidas outras músicas suas, tais como "Paixão de um Homem", "A Carta", "A Dama de Vermelho" e "Se Eu Morresse Amanhã". O "fenômeno" Waldick A posição quase marginal que o ritmo "cafona" ocupou mereceu uma análise mais acurada e científica, já na 5ª edição, pelo historiador e jornalista Paulo César de Araújo. Intitulado "Eu não sou cachorro, não - Música popular cafona e ditadura militar" (Rio de Janeiro, Record, 2005), a obra traz, já em seu título, uma referência a este cantor e sua música de maior sucesso. Ali o autor contesta, de forma veemente, o papel de adesista ao regime de exceção implantado a ferro e fogo no Brasil pelos militares, por parte dos músicos "bregas". Waldick, segundo ele, é um dos exemplos, tendo sua música "Tortura de Amor" censurada em 1974, quando foi por ele reeditada. Apesar de ser uma composição de 1962, o regime não tolerava que se falasse a palavra "tortura"... A revista "Nossa História", de dezembro de 2005, refere-se ao cantor como "o mais folclórico dos cafonas" (ano 3, nº26, ed. Vera Cruz). Num dos programas do apresentador Jô Soares, o músico Ubirajara Penacho dos Reis - Bira - declarou que nos anos 60 tocava apenas os sucessos de Waldick. Na sua cidade natal, Waldick sempre foi tratado com certo menosprezo. Aristocrática, Caetité mantinha apenas nas camadas mais populares uma fiel admiração. Ali teve dois de seus filhos, gêmeos, de forma quase despercebida, em 1966. Em meados da década de 90, porém, a cidade teve num político o resgate do filho ilustre. O vereador Edilson Batista protagonizou uma grande homenagem, que nomeou uma das principais avenidas com o nome de Waldick. Pouco tempo depois, o SBT realizava ali um documentário, encenado por moradores locais, retratando a juventude de Waldick, sua paixão pela professora Zilmar Moura, a mudança para o sul. Sílvio Santos aliás, protagonizou com Waldick uma das mais inusitadas cenas da televisão brasileira: no abraço que deram, foram perdendo o equilíbrio até ambos caírem, abraçados, no chão. Ali, então, simularam um affair, provocando hilaridade. Por tudo isto, Waldick Soriano faz-se símbolo, no Brasil inteiro, de um estilo, de uma classe social, e da sua manifestação cultural, pulsante e criativa. Read more on Last.fm. User-contributed text is available under the Creative Commons By-SA License; additional terms may apply.

Últimas Notícias Sobre Waldick Soriano

Covers: tudo em nome do ídolo

Folha PE -  2017/01/15 12:57:00


Luiz incorpora Waldick Soriano, enquanto Milton encarna a persona de Elvis Presley ... Dentre os materiais mais raros, estão coleção de bonecos do cantor, além de todos os discos, tanto em vinil como em CD, e anéis, réplica do microfone favorito ...

Cidade Viva recebe Dom Breguête; banda toca o melhor do brega

Cidadeverde.com -  2017/01/09 08:27:00


Segundo Belfort, o repertório da banda é praticamente o mesmo ao longo desses anos e inclui nomes como Bartô Galeno, Waldick Soriano, Diana e Evaldo Braga, entre outros. Mas o cantor revelou que o grupo não deixa de incorporar uma ou outra música nova ...

O Sesc Pompeia apresenta o show de Xangai e Quinteto da Paraíba nos dias 28 e 29 de janeiro

Segs -  2017/01/05 09:56:00


Sua trajetória conta com a participação nos últimos shows da carreira do cantor Waldick Soriano, intérprete de Elomar, apresentador do programa radiofônico Brasilerança e recente atuação ao encenar um repentista em novela de canal aberto da TV.

Covers: tudo em nome do ídolo

Folha de Pernambuco

À noite, no entanto, quando sobem ao palco, os dois se transformam e entram em um mundo de música e sucessos. Os dois são cantores covers, e levam a vida artística representando seus ídolos. Luiz incorpora Waldick Soriano, enquanto Milton encarna a ...


Waldick Soriano é o grande homenageado no programa Butiquim-

Meionorte.com

Nascido em Caetité, no sertão da Bahia, Waldick Soriano em mais de 40 anos de carreira colecionou sucessos do gênero brega, como "Eu não sou cachorro, não" e "Tortura de amor". Antes de se tornar cantor, ele chegou a ser peão, motorista de caminhão ...


O Sesc Pompeia apresenta o show de Xangai e Quinteto da ...

Portal Nacional de Seguros

Sua trajetória conta com a participação nos últimos shows da carreira do cantor Waldick Soriano, intérprete de Elomar, apresentador do programa radiofônico Brasilerança e recente atuação ao encenar um repentista em novela de canal aberto da TV.


Cidade Viva recebe Dom Breguête; banda toca o melhor do brega

Cidadeverde.com

Segundo Belfort, o repertório da banda é praticamente o mesmo ao longo desses anos e inclui nomes como Bartô Galeno, Waldick Soriano, Diana e Evaldo Braga, entre outros. Mas o cantor revelou que o grupo não deixa de incorporar uma ou outra música ...


Homenageado desta semana é o cantor Waldick Soriano

Meionorte.com

Eurípedes Waldick Soriano (Caetité, 13 de maio de 1933 — Rio de Janeiro, 4 de setembro de 2008) foi um cantor e compositor brasileiro, ícone da música classificada como brega.Em 2007, Patrícia Pillar dirigiu um documentário sobre o cantor, Waldick, ...


Mmorre aos 75 anos o cantor Waldick Soriano

O Globo Online

RIO - Morreu por volta de 5h30m desta madrugada o o cantor e compositor Waldick Soriano, de 75 anos, que estava internado desde domingo no em estado grave no Hospital do Câncer, em Vila Isabel, na zona Norte do Rio. Waldick Soriano tratava há dois ...Leia uma entrevista inédita com Waldick SorianoG1.com.brMorre Waldick Soriano, ícone da música brega brasileiraJornal Luzilandiatodos os 235 artigos »


Leonardo e Eduardo Costa comandam festa da Tri FM

A Tribuna

Isto porque os cantores Leonardo e Eduardo Costa resolveram se juntar e montar um show para lá de romântico na festa de 35 anos da rádio Tri FM, com sucessos de Waldick Soriano, Reginaldo Rossi, Amado Batista, Trio Parada Dura e de expressivas ...


Nem Roberto, nem Cazuza, nem Ivete: doc acompanha covers de ...

Jornal O Globo

RIO — Numa apresentação ocorrida há uma semana, no Rio, Ivete Sangalo entregou o microfone para Isadora, a filha de 1 ano e meio de Cazuza, e juntas as duas se divertiram com a música “Dançando”. Na plateia, sentado na terceira fileira, numa cadeira ...e mais »


Um pouco da história do cantor e compositor Fredson-

Meionorte.com

Fredson nasceu no dia 25 de março de 1937, na cidade de Nazaré-Bahia, filho de Arlindo Cerqueira da Silva e de Olímpia de Jesus Cerqueira; é casado com Vera Brito Cerqueira. O cantor e compositor foi um dos integrantes do Trio Melodia, na década de ...


O Shaolin do Sertão | "Enfrentei o bicho direitinho", diz Falcão sobre ...

Omelete

“Tem gente que diz que eu sou um cara brega, mas eu não me vejo como um brega clássico: o que eu faço é uma caricatura desse gênero, mas com respeito aos grandes cantores de quem sou fã desde menino, como Odair José ou Waldick Soriano”, diz o ...e mais »